5 passos para fazer o Planejamento Estratégico da sua empresa

Menos de 60 dias para o fim do ano. Tenho certeza que você fez muita coisa e superou diversos desafios nos outros trezentos dias que se passaram. É chegado então o momento de fazer uma pausa – mas não uma qualquer – uma pausa estratégica. Analisar documentos, fazer um paralelo entre o que foi estabelecido como alvo no início do ano e o que se alcançou até o momento, revisar o planejamento. E, para aqueles que navegaram até o momento sem uma bússola, é hora de mudar essa situação.

Grande parte das empresas não tem ideia de como faz para tomar as decisões mais corretas, mesmo já se sabendo que o planejamento pode fazer a diferença para o sucesso do empreendimento.

Planejar significa organizar um plano, um roteiro, que levará ao alcance de resultados. Sua empresa está lucrando? Maravilha! Mas será que o resultado atual é o melhor que ela pode alcançar? O planejamento estratégico poderá responder essa e outras questões.

Para aqueles que não costumam se planejar aqui estão 5 passos para se preparar para o futuro:

1º passo: Obtenha informações. Faça o levantamento do maior número de informações possível sobre a empresa e mercado (ex.: resultados, tendências, concorrentes). Veja também como o governo pode influenciar no negócio (ex.: alguma nova lei, benefício para vender seu produto ou coisas do tipo);

2º passo: Tenha indicadores. Indicadores funcionam como termômetros, que indicam a saúde financeira do seu negócio. Então reúna a maior quantidade de números possíveis, como: faturamento, número de vendas, ticket médio, taxa de rotatividade de funcionários ou número de pedidos de orçamento.

3º passo: Pense no futuro. Responda as perguntas: “onde eu queria estar?”; “Os objetivos que tenho para o meu negócio estão sendo alcançados?”; “O que pode ser melhorado?”.

4º passo: Trace objetivos. Tenha suas metas definidas para saber onde você quer chegar. Seus objetivos precisam ser:

– Específicos: tenha clareza do que se deseja alcançar e foque no resultado. Ex.: Aumentar o número de vendas.

– Mensuráveis: especifique como o resultado será medido, um indicador tangível. Ex.: Aumentar em 20% o número de vendas.

– Atingíveis: seja ousado, mas mantenha os pés no chão. Estabeleça objetivos e metas que impactem positivamente no desempenho do empreendimento, que tirem a equipe da “zona de conforto”, mas que sejam possíveis de serem atingidos. Caso contrário, os efeitos poderão ser negativos, gerando desmotivação.

– Temporais: estabeleça um período claro para que os objetivos e metas sejam atingidos. Dizer simplesmente que deseja “Aumentar as vendas no próximo ano”, não é desafiador o suficiente. Ex.: Aumentar em 20% o número de vendas no primeiro trimestre de 2020.

5º passo: Faça planos de ação. Não adianta fazer um ótimo planejamento se você não colocar em prática. Para ajudar nisso, pense em como você vai executar cada etapa do plano. É importante que você defina quem vai fazer cada atividade planejada.

Importante!!

Quanto mais detalhado o plano de ação, melhor. Além disso, lembre-se que bons planos englobam um período temporal não muito longo, isto é, busque quebrar o seu objetivo anual em metas a serem atingidas em um período de três a quatro meses, por exemplo. Isso auxiliará em uma mudança mais suave de direção, caso o caminho escolhido até o momento não se revele o mais promissor.

Por fim, revise os indicadores novamente e, se necessário, levante outros para mensurar os novos desafios. Destes, escolha 5 indicadores que serão chave para o seu negócio. Eles terão relação direta com os objetivos, planos e metas traçados anteriormente. Lembre-se que o planejamento não deve ser feito agora e relegado a uma gaveta, perdido no esquecimento. Revise-o periodicamente!

Para aqueles que já possuem o hábito de fazer o planejamento estratégico, a dica é ser ousado. Continuem firmes, utilizando essa que é uma das mais poderosas ferramentas para o alcance do sucesso empresarial. Contudo, se desafiem também, afinal os clientes estão ávidos por novidades e a concorrência certamente não está de braços cruzados.

10 passos para potencializar o planejamento estratégico da sua empresa

Uma das maiores dificuldades relatadas por empreendedores é saber planejar. Por onde começar, quais elementos devem ser considerados, quem deve opinar. Para você que também possui dúvidas como essas ou que deseja ser mais efetivo, confira abaixo dez dicas para potencializar o planejamento estratégico da sua empresa.

Passo n° 01: Conheça o seu empreendimento a fundo

O primeiro passo é saber como ninguém o que você faz. Conheça seus produtos, serviços, colaboradores, tecnologias adotadas, processo produtivo, opiniões dos clientes sobre a empresa, etc. Saiba tudo em detalhes! Somente assim será possível pensar estrategicamente sobre o futuro.

Passo nº 02: Analise o contexto que envolve o negócio

Conhecer os concorrentes, hábitos de consumo de potenciais clientes, ações governamentais que podem afetar (positiva ou negativamente) a empresa é fundamental para qualquer bom planejamento. Esses são fatores que impactarão, ainda que indiretamente, o seu negócio.

Passo n° 03: Defina a missão da empresa

Missão é a razão de ser do empreendimento apresentada em um texto curto, objetivo, de fácil entendimento e memorização. A missão deve ser curta para ser lembrada!

Passo nº 04: Defina a visão

Qual é o futuro esperado para o negócio? A visão determinará a posição do empreendimento a curto, médio e longo prazo. E, assim como a missão, deve ser breve para ser facilmente comunicada.

Passo nº 05: Defina os valores

Valores são os princípios éticos, ideais de comportamento e resultados que nortearão as ações da empresa. Pergunte-se: o que nós (empresa) mais estimamos? Juntamente à missão e visão, os valores representam a direção estratégica do seu empreendimento.

Passo nº 06: Trace objetivos

A cada trimestre determine quais os objetivos serão alcançados naquele período. Parta do nível organizacional (empresa) e vá até o nível operacional (funcionário). E para cada nível determine até cinco objetivos claros.

Passo nº 07: Estabeleça metas

Para cada objetivo, elabore até quatro metas que vão te dizer se você alcançou ou não o que foi planejado. Para que essa determinação seja possível, as metas devem ser mensuradas por indicadores (ex.: dobrar o volume de vendas no período de 01 a 30 de maio).

Passo n° 08: Elabore planos de ação

Tendo claros os objetivos e metas de cada nível da empresa, descreva em um plano a importância de persegui-los, quem será o responsável por atingi-los, como isso será feito, o quanto irá custar e qual será o prazo. Desta forma, você visualizará mais facilmente todos os elementos de cada ação e exercerá um maior controle sobre eles.

Passo nº 09: Permita que os funcionários contribuam com o planejamento

Especialmente na definição de elementos que se refiram às suas atribuições, a participação de funcionários pode, além de promover uma maior motivação, impulsionar o alcance de resultados.

Passo nº 10: Monitore os resultados

Quando planejamos e sabemos o que esperar (objetivos e metas claros), torna-se mais fácil acompanhar o desenvolvimento e saber se estamos no caminho certo ou nos distanciando do que foi determinado no início. Assim, traçar um novo curso de ação em face às dificuldades torna-se mais simples e seguro.

Tenha em mente que esses dez passos são importantes e têm o potencial de te ajudar a elaborar um eficiente plano estratégico. Contudo, não se trata de uma receita pronta, mas de um direcionamento, já que cada empresa é única e fatores diversos influenciam o planejamento.

O mais importante é tornar o ato de planejar um hábito, uma rotina na sua vida empresarial, pois somente assim o caráter estratégico deixará o papel para de fato fazer a diferença no seu negócio.